Sejam bem vindo ao Blog Terapia Ocupacional de São José do Rio Preto - SP.

Pryscilla Mychelle da Silva Paula
Terapeuta Ocupacional e Terapeuta da Mão

Contato

Minha foto
São José do Rio Preto, SP, Brazil
Consultório de Terapia Ocupacional / Terapia da Mão (17) 3033-2430 / (17) 99716-8201 - Georgina Business Park - Rua Benedito Rodrigues Lisboa, n° 2675, bairro Jd Vivendas - São José do Rio Preto - SP / pryscilla@gmail.com

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Órtese para pessoas com Síndrome do Túnel do Carpo

A Síndrome do túnel do carpo é uma neuropatia resultante da compressão do nervo mediano no canal do carpo, estrutura anatômica que se localiza entre a mão e o antebraço. Através desse túnel, além do nervo mediano passam os tendões flexores, que são revestidos pelo tecido sinovial. Qualquer situação que aumente a pressão dentro do canal provoca compressão do nervo mediano, causando dor e parestesia (dormência). 

Estudos têm demonstrado que há menos pressão no túnel do carpo quando o punho permanece em posição neutra. Órteses que mantêm esta posição do punho são eficazes no alívio dos sintomas com 70% de bons resultados após menos de 3 meses de uso.


Como o uso recomendado para o paciente é de dormir com a órtese para evitar a flexão do punho, essa deve ser bastante confortável para garantir a conformidade do paciente.

A órtese é moldada com o punho em posição neutra, sem flexão ou extensão, por um terapeuta ocupacional ou terapeuta da mão.

Recomenda-se que o paciente use esta órtese durante a noite, por um período de pelo menos 3 meses, mas na maioria das vezes, a parestesia desaparecerá antes.

Às vezes é recomendável usar a órtese durante o dia também, dependendo da gravidade dos sintomas.

Algumas orientações para evitar dor e início dos sintomas:
·       Permanecer no computador sem apoiar os braços e punhos;
·       Uso de ferramentas vibratórias a longo prazo, como motosserra;
·       Tocar instrumento musical muitas horas por dia;
·       Dormir com o punho fletido.

      Agende um horário: 17-3033-2430

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Tratamento da tendinite ou tenossinovite


              A tendinite é a inflamação do tendão, uma estrutura fibrosa, como uma corda, que une o músculo ao osso. Já a tenossinovite é a inflamação da bainha do tendão. Caracteriza-se pela presença de dor e inchaço do tendão e pode acontecer em qualquer parte do corpo, mas é mais comum em ombros, cotovelos, punhos, joelhos e tornozelos.
Os fatores de risco são falta de alongamento muscular; postura inadequada; movimentos repetitivos, principalmente no uso de computadores e celulares; atividades esportivas em excesso ou material inadequado; doenças autoimunes; doenças reumáticas.

Em conjunto ao uso de medicamentos antiinflamatórios e analgésicos, há o tratamento com ultrassom, alongamentos, gelo 5 vezes ao dia (de 5 a 20 minutos), órteses e aplicação de bandagem kinesiotaping. Após melhora do local inicia-se o fortalecimento para prevenção de futuras inflamações.




O repouso do membro afetado para a recuperação é muito importante, ou a diminuição das atividades realizadas.
Algumas medidas para evitar que a inflamação ocorra novamente: correções da postura e melhoria da ergonomia no trabalho, alongamento dos músculos envolvidos e fortalecimento muscular. Deve-se respeitar o aviso da dor e adotar pausas durante o trabalho.

Agende um horário
Telefone: 3033-2430